Separe pelo menos um dia para vivenciar a cultura italiana e sua gastronomia nas vinícolas familiares, cafés coloniais e restaurantes da Colônia Mergulhão

Portal do Caminho do Vinho em São José dos Pinhais e uma mulher com roupas típicas italianas
Portal do Caminho do Vinho em São José dos Pinhais

São José dos Pinhais, cidade da Região Metropolitana de Curitiba, possui um dos roteiros gastronômicos mais interessantes do país. O Caminho do Vinho, rota que passa pela Colônia Mergulhão, proporciona uma imersão na cultura criada por tradicionais famílias italianas e polonesas que se instalaram na região há décadas e iniciaram a produção de vinhos e outros produtos artesanais.

Hoje, o Caminho do Vinho conta com vinícolas, cafés, restaurantes, chácaras, museus, centros históricos e muitas outras atrações que encantam e atraem turistas do país inteiro.

Como chegar no Caminho do Vinho de São José dos Pinhais

É possível fazer o roteiro com a linha de ônibus turística ou de carro.

São José dos Pinhais fica a 15 km de Curitiba, são cidades bem próximas. Existe a possibilidade de fazer o roteiro com uma linha de ônibus turística especialmente criada para o Caminho do Vinho, sendo uma boa opção para quem quer uma visita guiada. O passeio dura 5 horas e conta com 8 paradas em pontos específicos da rota.

Para quem gosta de ter mais liberdade e flexibilidade para fazer as visitas no seu tempo, percorrer o Caminho do Vinho de carro é bem mais divertido. Existem diversas possibilidades de rota, você pode olhar o mapa da região e escolher qual caminho quer seguir e quais são as paradas que mais te chamam atenção.

Vinícolas familiares no Caminho do Vinho

Em 1878 instalaram-se as primeiras famílias italianas na região, que foram as Daldin, Bortolan, Bim, Juliatto, Pissaia e Possobom. A cultura da produção de vinhos artesanais passou de geração em geração, utilizando sempre as receitas originais.

Durante as visitas, você será apresentado à toda a história que permeia a produção de vinhos. Os familiares apresentam os antigos barris e instrumentos utilizados por seus antepassados. Sem dúvidas, é uma imersão na história dos imigrantes italianos no Paraná. Entre as vinícolas mais tradicionais do percurso, destacamos a Vinhos do Vô Vito, Vinhos Irmãos Juliatto, Vinhos Dom Roberto Perbiche e a Vinhos do Italiano.

Vinhos do Vô Vito

entrada da vinícola vinhos vo vito no caminho do vinho

Já pela fachada, você verá que a Vinhos do Vô Vito preserva a sua história. A vinícola foi criada pelos imigrantes da família Pisssaia, que se estabeleceram na região em 1881. Seus sucessores conservaram pipas de madeira, máquinas de moer uvas, ferramentas de marcenaria e outros objetos que foram utilizados na produção de vinho.

Além dessa experiência histórica, você terá a oportunidade de experimentar produtos artesanais, pois o local também é conhecido pelos vinhos e demais produtos coloniais, como salames, sucos e geleias.

Vinho Irmãos Juliatto

Interior da loja Vinhos Irmãos Juliatto com prateleiras de garrafas de vinho
Os vinhos da Irmãos Juliatto são produzidos artesanalmente pela família.

Em uma casa rústica, bem no estilo colonial italiano, a Vinho Irmãos Juliatto é uma das principais atrações do Caminho do Vinho em São José dos Pinhais, onde os visitantes podem degustar os produtos artesanais.

Além dos famosos vinhos, o estabelecimento também oferece compotas, molhos, salames, queijos e diversos doces. É uma ótima opção para quem busca produtos com preço acessível e ótima qualidade.

Vinhos Dom Roberto Perbiche

Além das bebidas, também é possível comprar bolachas e outros produtos artesanais no Caminho do Vinho

Para quem aprecia antiguidades, a parada na Vinhos Dom Roberto Perbiche é obrigatória, pois a vinícola possui um museu com diversos objetos que contam a história da família. A decoração do ambiente remete à cultura italiana e o ambiente é bem aconchegante!

Nesta parada do Caminho do Vinho você também pode degustar as bebidas produzidas artesanalmente, além de outros produtos como queijos, salames e vinhos. Um destaque é a cachaça de vinho, que é um dos produtos mais pedidos entre os visitantes.

A vinícola também possui um pequeno parreiral em que é possível ver as uvas nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro. Programe-se para dar uma passada em um destes meses e aproveite!

Vinhos do Italiano

Túnel de acesso para a adega da Vinhos do Italiano
Para ver o local de produção dos vinhos, os visitantes passam por um charmoso túnel.

Esta é a vinícola com maior produção de vinho no Caminho do Vinho, superando a marca de 11 mil litros por ano. Além da matriz, que fica na rota turística da Colônia Mergulhão, a vinícola também tem mais três lojas em Curitiba e São José dos Pinhais.

Os vinhos são produzidos há duas décadas pela família que mantém os costumes italianos. As uvas utilizadas na fabricação vêm de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, do Parreiral Bellino.

Além dos vinhos e produtos coloniais que podem ser degustados durante a visitação, uma das principais atrações é a visita ao local de produção das bebidas, com os enormes tonéis de madeira. O mais interessante é que o acesso é por um charmoso túnel, perfeito para tirar fotos e registrar o passeio.

Se beber, não dirija

É bastante comum que os turistas experimentem os vinhos feitos artesanalmente, mas é importante lembrar o perigo de misturar direção e álcool. Por isso, aconselhamos que este roteiro seja feito em grupo, assim outras pessoas podem degustar e levar a melhor opção para que o motorista experimente depois, em segurança. Mas não se preocupe, o roteiro vai muito além da degustação de vinhos.

Roteiro gastronômico no Caminho do Vinho

Bolo fatiado e servido no Casarão Café Colonial
No Caminho do Vinho também é possível visitar Cafés e Restaurantes.

Além das vinícolas familiares, o Caminho do Vinho também é buscado pelos tradicionais cafés coloniais da região e pelos restaurantes especializados em comida italiana. Vamos conhecê-los?

Casarão Café Colonial

Doces servidos no buffet do Casarão Café Colonial
O Casarão Café Colonial conta com uma variedade de bolos, doces e tortas.

O Casarão Café Colonial atrai turistas e também muitos moradores de Curitiba e região pela variedade de pratos que oferece em seu buffet. Além da comida impecável, o Casarão também é famoso pela “Árvore das Xícaras”, uma árvore decorada com xícaras quebradas.

Dulce Restaurante e Café Colonial

Com decoração rústica e ampla área verde, o Dulce Restaurante e Café Colonial aposta no estilo rural da Colônia Mergulhão. Além do café completo, o estabelecimento também é uma opção para almoços e jantares.

O restaurante tem uma área de lazer bem atrativa para quem está passeando em família, pois tem parquinho para as crianças, passeio a cavalo e também redes que ficam em uma área repleta de eucaliptos. Sem dúvidas, um espaço para relaxar e curtir a natureza.

Restaurante Vô João

Lago e gramado do restaurante Vô João
O Restaurante Vô João conta com uma ampla área verde.

O estabelecimento também segue o estilo rural da região e possui um espaço verde incrível para aproveitar com amigos e familiares. O restaurante serve comida caseira, feita em fogão à lenha, com um cardápio baseado nas culinárias italiana e polonesa.

O nome do restaurante é uma homenagem ao patriarca da família, João Beger, que se estabeleceu na Colônia Mergulhão. O espaço é ótimo para quem gosta de sossego e quer fugir da agitação da cidade, pois oferece passeio a cavalo, possui um lago para relaxar ao redor e os visitantes também podem apreciar a estufa de cultivo de morango.

Os produtos são vendidos no Quiosque Vô João, que, além das frutas, oferece sorvetes e produtos artesanais, como pães, salames, cestas de verduras, flores e muito mais.

Restaurante Sol e Lua

Buffet do Restaurante Sol e Lua
O restaurante Sol e Lua é uma boa opção para quem quer almoçar no Caminho do Vinho.

Esta é mais uma opção para quem busca um restaurante que faz parte da história da Colônia Mergulhão. A família Przybycien, tradicional na região, transformou um antigo casarão de suas propriedades no Restaurante Sol e Lua.

O cardápio contempla diversas opções de carnes e massas, sem perder o estilo de comida caseira e simples. O estabelecimento começou a funcionar em 2012 e já é bem conhecido na região, principalmente por oferecer locais para descansar após a refeição e curtir a área verde.

Para quem gosta de apreciar a natureza, o restaurante oferece tanques para pescaria no estilo pesque e pague. O local já disponibiliza varas e iscas para aluguel, mas também é possível levar seu próprio equipamento.

Caminho do Vinho é turismo rural

Entrada da Vinhos Vô Vito
Entrada da Vinhos do Vô Vito.

Este roteiro conta a história da imigração italiana do Paraná e, por isso, passa por chácaras, fazendas e propriedades rurais. Apesar de ser um caminho rural, não é uma rota que vá causar problemas em caso de chuva. Aproveite para fazer esse roteiro com um carro alugado e escolha o modelo ideal para esse tipo de estrada, como um SUV, por exemplo.

Na Rentcars.com, tanto no site quanto no aplicativo, você pode comparar os preços entre mais de 100 locadoras e escolher a melhor opção para a sua viagem. A plataforma garante o melhor preço, além de ser referência em atendimento personalizado e de excelência. Viaje com tranquilidade, escolha quem você confia e vivencie uma experiência única!


Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista VIP para receber ofertas exclusivas de até 30% e roteiros para os destinos mais incríveis do mundo.



Atenção! Todos os esforços foram feitos para validar as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, assim como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

Deixe um comentário

19 − 1 =