A estrada da Serra do Rio do Rastro poderia figurar facilmente numa lista das rodovias mais desafiadoras do mundo. Apelidada de “Pikes Peak brasileira” – nome de uma via americana que ganhou fama devido à perícia que demandava dos pilotos de rally -, a Serra do Rio do Rastro é uma rodovia íngreme, com curvas fechadas e visual surpreendente.

Até o mais experiente dos motoristas fica com um friozinho na barriga ao avistar as curvas e inclinação da Serra do Rio do Rastro. Fazendo a ligação entre os municípios Lauro Muller e Bom Jardim da Serra, a rodovia nos presenteia no cume; onde oferece aos viajantes uma visão panorâmica do território catarinense.

Neste roteiro, faremos um passeio pela serra catarinense, numa empolgante jornada, repleta de cachoeiras, vales e desafios. Se você é bom de volante, então este roteiro para você!

Dicas para a escolha do veículo

Devido à inclinação da pista, o motorista precisa procurar um carro com motor potente e, de preferência, hidráulico para ajudar nas curvas sinuosas. Os carros da linha compacto, a partir de 1.4, são uma boa escolha. Contudo, como a via tem uma inclinação elevada, a travessia fica menos trabalhosa com um carro com bom torque.

Criciúma

roteiro-serra-do-rio-do-rastro-sc
Mina de carvão – Por Arqueos Weiss – Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) – Flickr

Para nos prepararmos para a aventura, começaremos o nosso roteiro em Criciúma. Entre todas as cidades catarinenses, Criciúma é, provavelmente, a que menos aparece nos guias de viagem. E isso não tem a ver com a falta de atrações turísticas – a cidade é uma daquelas que você escolheria para morar e não apenas para fazer turismo –, o motivo está no fato de Criciúma acabar eclipsada pelas praias e a serra catarinense.

Para fazer a retirada do seu carro alugado, siga até a Avenida Centenário, a principal avenida da cidade. Lá você encontra a Inova Rent a Car que oferece descontos exclusivos para quem aluga um veículo através do nosso site.

Saindo da loja é hora de conhecer um pouquinho Criciúma. A cidade é arborizada, com adoráveis praças e organizada; e por ser local da única mina de carvão aberta para visitação no Brasil, suas atrações acabam girando em torno deste fato.

A Mina de Carvão Octávio Fontana, localizada no bairro Naspolini, é um programa que você não vai ver em nenhum outro lugar, pois esta é a única mina onde o visitante pode descer de trem até as galerias. No subsolo estão expostas as ferramentas usadas por mineiros e até uma lojinha de souvenir!

Para sair de Cricúma é preciso seguir rumo à direção norte, sentido à rampa de acesso da Rod. Sebastião Toledo dos Santos. Depois de 5 km você estará na rodovia Rod. SC-445. A estrada está em boas condições, porém é via de mão única e estreita. Tenha cuidado neste trecho, pois há muitas curvas fechadas e vários caminhões passam por este caminho. Você pode escolher para abastecer em Siderópolis, a apenas 13 km de Criciúma. Na própria rodovia que estamos, que corta a cidade, há vários postos de combustível e lanchonetes, onde você pode fazer aquela paradinha para o banheiro.

De Siderópolis para frente pegaremos a rodovia SC-447, que também não é duplicada. Neste caminho a paisagem começa a ficar mais interessante; as árvores nativas da região emolduram a pista. Em meia-hora você já estará em Lauro Muller a proximidade das cidades faz diminuir as paradas e se as crianças estão pedindo uma pausa, faça ela em Treviso, a 11 km de Siderópolis, pois depois deste município, fica difícil encontrar um posto de combustível.

Lauro Muller

roteiro-serra-do-rio-do-rastro-sc
Por Rog 800 (Trabalho próprio pelo carregador) [CC BY-SA 3.0], undefined

Em Lauro Muller, o clima serrano começa a aparecer. Situada numa altitude de 220 metros, a cidade é via de entrada para a grande atração desta nossa viagem: a Serra do Rio do Rastro.

Antes de colocarmos o pé na estrada, vale à pena visitar o castelo de Lauro Muller, localizado no centro da cidade. Este castelo, pintado de amarelo, foi construído em 1919 por Henrique Lage em homenagem a esposa Gabriela Benzanzoni.

Os restaurantes de Lauro Muller são uma boa pedida para recarregar as baterias, como a cidade é rodeada por propriedades rurais, os produtos locais acabam indo para a mesa dos restaurantes. Na cidade você encontra por todos os lados lojas e quiosques vendendo vinho, melado e cachaça artesanal com um preço ótimo.

Para sair de Lauro Muller e embarcar nas curvas da Serra do Rio do Rastro é preciso seguir pela R. João Elpidio Araújo para depois pegar a SC-438.

Serra do Rio do Rastro

roteiro-serra-do-rio-do-rastro-sc
Fotolia – Sierra of the “Rio do Rastro” – Route SC-390 – Santa Catarina – Brazil

A Serra do Rio do Rastro já é desafiadora nos seus primeiros quilômetros – as curvas fechadas são apenas uma amostra do que está por vir. De mão única e apertada, a via não tem acostamento, exigindo paciência daqueles que estão atrás de um carro ou caminhão mais devagar. Durante o trajeto inicial você vai sentir que está cruzando uma área rural; a paisagem é bucólica e durante as primeiras horas do dia, fica completamente escondida devido à neblina.

Após passar pelas curvas e retas de Lauro Muller, a Estrada da Serra do Rio do Rastro mostra as caras: o asfalto dá lugar ao concreto e o desenho de uma serpente se forma na serra. Este é o trecho que exige bom domínio do volante; mal você saiu de uma curva, logo já entra em outra – o friozinho na barriga é inevitável.

As condições adversas fazem com que o caminho até Serra do Rio do Rastro fique ainda mais intrigante; à medida que vamos adentrando nas entranhas do vale, o ar começa a ficar mais rarefeito. Estando a quase 1.460 metros acima do nível do mar, fica fácil entender o motivo.

A subida tem uma inclinação que em alguns trechos chega a 10°, algo incomum para as estradas e até um pouco perigoso. Por ser uma estrada cênica, é fácil encontrar nos acostamentos quiosques e pequenos mirantes – durante a rota fique atento às placas que indicam a localização das paradas.

Após tanto esforço na direção, no alto da serra um mirante o espera: em dias claros é possível ver toda a imensidão do território catarinense e caso tenha sorte, você conseguirá avistar, lá no fundo, o Oceano Atlântico.

O mirante do topo da Serra tem restaurante e lojinhas para receber os viajantes ávidos por uma boa comida e lembrancinhas. Á noite esta viagem também é interessante, o ar soturno das montanhas deixa um clima de mistério – a serra some e você somente verá uma via iluminada no breu da noite. Após a subida, você merece um bom descanso, siga viagem até Bom Jardim da Serra e mergulhe nas águas da cachoeira Barrinha localizada a beira da estrada.

Devolvendo o carro

Para devolver o veículo é preciso retornar para a cidade de origem de retirada, no caso, Criciúma. A viagem é bem rápida, sem as paradas você consegue fazer os 76 km em uma hora e pouco.

Como chegar:

Criciúma até Siderópolis: Use a rampa de acesso da R. Álvaro Catão para chegar à Rodovia Sebastião Toledo dos Santos que muda de nome para ser apenas SC-445. A via o levará diretamente para Siderópolis.

Siderópolis até Lauro Muller: A SC-445 passa pelo centro de Siderópolis e para sair da cidade é preciso seguir na direção noroeste sentido Avenida Principal – R. Treviso. Na rotatória entre na Rua São João e siga pela SC-447.

Lauro Muller até Serra do Rio do Rastro: Para seguir para a Serra é bem fácil, basta apenas entrar sentido leste pela R. Dr. Valdir Cotrim e Rua João Elpidio Araújo para então cruzar a SC-438, nome oficial da Serra do Rio Rastro.

Serra do Rio Rastro até Bom Jardim da Serra: Depois do mirante, continue pela SC-438 até a cidade.

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista VIP para receber ofertas exclusivas de até 30% e roteiros para os destinos mais incríveis do mundo.



Atenção! Todos os esforços foram feitos para validar as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, assim como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.



Attention! All efforts were made to validade the information published in this blog at the moment they were written, however, Rentcars.com does not take responsibility for inaccuracies or future adjustments that can happen as a result of different offers and conditions. The posts here published, as well as the eventual comments from its readers, are merely informative and it is the client's duty to confirm with Rentcars.com and/or suppliers any content that may affect their vacation plans.

Want the best deals and offers?

Subscribe to our newsletter and be part of our VIP list.
Up to 30% off, upgrades and more!



¡Atención! Se ha hecho todo lo posible para validar la información de los textos publicados en este blog en el momento de la redacción, pero Rentcars.com no se responsabiliza de las inexactitudes o cambios futuros que puedan producirse debido al dinamismo de las ofertas y condiciones del mercado turístico. Los artículos aquí publicados, así como los comentarios de sus lectores, son meramente informativos y corresponde al cliente validar de antemano con Rentcars.com y/o empresas de alquiler cualquier información que pueda afectar a sus planes de viaje.

¿Quieres las mejores ofertas?

Suscríbete a nuestra newsletter y forma parte de nuestra lista VIP.
Hasta un 30% de descuentos, upgrades y más!

Write A Comment