Que tal um passeio rápido de um dia por uma das rotas mais incríveis do Espírito Santo? Conheça a Rota do Lagarto, um pequeno trecho de estrada que te proporciona uma linda vista da Pedra Azul.

Quer um passeio rápido e revigorante? É assim a Rota do Lagarto, um pequeno trecho de estrada de pouco mais de 7 km entre a BR-262 e a ES-164. Tanto a Rota quanto a Pedra Azul pertencem ao município de Domingos Martins, a pouco mais de 50 km da capital Vitória.

Na verdade, para se chegar à Rota do Lagarto é necessário rodar mais 48 km pela BR-262, totalizando pouco mais de 100 km de viagem. É um passeio rápido, daqueles para espairecer e trocar os ares, e que pode facilmente caber em uma manhã — afinal, estamos falando de  um trecho de apenas 7 km —, mas que reserva uma porção de atividades e vistas incríveis.

Melhores paradas na Rota do Lagarto

1. Café Colonial Peterle

Para quem chega pela BR-262 bem no horário em que a fome está batendo, um café colonial é uma boa pedida. O café fica bem próximo à entrada da Rota do Lagarto à esquerda da estrada.

Por lá você encontra um farto buffet com pães, bolos, tortas e salgados, além de uma incrível vista para a Pedra Azul.

Seguindo viagem, passamos pelos trechos mais bonitos da Rota, em que a vegetação que a rodeia deixa o ar fresco e limpo.

2. Pousada Pedra Azul

A pouco menos de 1,5 km do café e um trecho incrível de estrada você chega à Pousada Pedra Azul, que fica em uma grande área preservada por ela. Não é necessário estar hospedado para visitá-la e com certeza parar um pouquinho por lá vale a pena.

Além da arquitetura única que mantém o charme rústico, lá você pode visitar o Lago Negro com mais uma das lindas vistas da Pedra Azul. Torça para que o tempo não esteja tão encoberto!

lago negro com pedra azul ao fundo na rota do lagarto

3. Parque Estadual Pedra Azul

Saindo da entrada da pousada, são menos de 500 metros até a nossa próxima parada. Nas proximidades da entrada do parque você encontra também uma cafeteria e uma loja de chocolates — uma boa opção para quem deseja levar alguma lembrancinha de volta para casa.

Além de apreciar a Pedra Azul dali, também é possível fazer uma parada mais longa e caminhar por uma das trilhas do Parque Estadual. Existem opções autoguiadas e outras com guia e, neste último caso, são vagas limitadas para quem não reserva com antecedência. Para garantir o passeio, faça a reserva!

parque estadual pedra azul no espírito santo

4. Fjordland: para quem não perde uma boa cavalgada

Para quem quer estender mais um pouquinho o passeio à Rota do Lagarto, uma parada na Fjordland é uma boa ideia, principalmente se está com crianças, que ficam encantadas com a cavalgada.

São duas opções: uma trilha mais curta (20 minutos), uma intermediária (40 minutos) e outra mais longa (1h45), com saídas programadas durante o dia, além de um passeio na pista para crianças menores.

As cavalgadas podem ser reservadas pelo site da Fjordland.

5. Restaurante Don Due e Mirante da Rota

O restaurante Don Due, de culinária italiana, oferece em ambiente aconchegante pratos refinados e incríveis. Com certeza vale um almoço ou jantar!

Nossa sugestão é também fazer uma parada na região para mais fotografias da rodovia cercada por árvores e flores, além da sempre presente vista da Pedra Azul.

Mais a frente também se pode parar no Mirante da Rota, que nada mais é do que um espaço para parar o carro na beira da estrada e apreciar a natureza e a bela vista da Pedra.

6. Pousada Rabo do Lagarto

Para finalizar o roteiro, a Pousada Rabo do Lagarto fica no finalzinho da Rota do Lagarto. Por lá são famosas as suítes premium, mas existem também opções mais modestas.

No finalzinho também são boas opções paradas na Da Tutte Mani, com produtos feitos a mão com muito carinho, na Tuia Gastronomia e Marietta Delicatessen — as duas últimas muito próximas muito da outra.

A Venda da Rota também fica por ali e oferece itens de decoração e comidinhas.

Perguntas comuns sobre a Rota do Lagarto


1. Qual a melhor época do ano para fazer a Rota do Lagarto?


A primavera é quando as flores ao redor da estrada estão mais lindas, é claro, mas também é possível visitar em outras estações do ano. Durante o verão a chuva é mais intensa e no inverno a temperatura é mais baixa, chegando até aos 15°C.


2. Qual o estado da estrada da Rota do Lagarto?


Uma parte da estrada é de asfalto e outra de paver, mais comum em calçadas. Em geral, a situação da estrada é boa e, de qualquer forma, é necessário andar em baixa velocidade por causa das curvas e dos trechos estreitos.


3. Quanto tempo devo reservar para fazer a Rota do Lagarto?


Isso vai depender de quantas paradas você gostaria de fazer. Para quem quer economizar tempo, uma manhã é suficiente para absorver a beleza do local e é possível ir e voltar de Vitória no mesmo dia. Para quem quer aproveitar ao máximo e descansar, um dia ou fim de semana seria o ideal.

Gostou do roteiro? A Rota do Lagarto te leva para perto da natureza e impressiona pela vista da Pedra Azul. E o melhor: você pode fazer tudo no seu tempo. Seja em uma manhã ou em um fim de semana inteiro, se permita relaxar e respirar o ar puro para voltar à cidade com energias renovadas.

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista VIP para receber ofertas exclusivas de até 30% e roteiros para os destinos mais incríveis do mundo.



Atenção! Todos os esforços foram feitos para validar as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, assim como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

Deixe um comentário

quatro + um =