Para quem não conhece ou nunca foi a Campo Grande, a cidade surpreende positivamente bem. Pouco falada na mídia, a capital do Mato Grosso do Sul tem um dos melhores desenvolvimentos do Brasil e é uma joia rara no Pantanal mato-grossense.

como-dirigir-no-transito-de-campo-grande
Pôr do Sol – By Camilo Carromeu

Já falamos muito aqui que o trânsito da maioria das grandes cidades não comporta o número de carros existentes, mas em Campo Grande a situação ainda não chegou ao seu limite. Nos horários de pico, entre 7h00 e 8h00 da manhã e 17h00 e 18h00, o tráfego se intensifica sem gerar congestionamentos. O escoamento é facilitado pelas largas avenidas.

A particularidade do skyline de Campo Grande é a quantidade de árvores em todos os trechos da cidade. Não é apenas no centro, todos os caminhos são contemplados com a vasta flora local.

A nossa jornada pela capital sul mato-grossense começa a partir do aeroporto, que fica a poucos quilômetros do centro. A Avenida Duque de Caxias é a primeira via antes de embarcar na Avenida Afonso Pena, que circula o centro.

A prefeitura começou a fazer obras de revitalização da Avenida Duque de Caixas, instalando semáforos, sinalização na pista de ciclovia entre outros. O limite de velocidade será 60km/h e em alguns trechos serão implantados radares, onde o limite cai para 50km/h.

Depois de pegar a rotatória, você chega na Avenida Afonso Pena, com livre acesso ao quadrilátero central. Durante o período da primavera, a Afonso Pena muda suas cores, conforme os ipês do canteiro central vão se desprendendo de suas flores. O asfalto da via é bom e o trânsito não é carregado, em razão das três faixas. À noite, a avenida ganha novos contornos com a sombra das árvores criando um clima sorrateiro.

como-dirigir-no-transito-de-campo-grande
Av. Afonso Pena – Por Jerônimo Freitas Rodrigues de Carvalho (Trabalho próprio pelo carregador) [GFDL, CC-BY-SA-3.0, CC BY 2.5 undefined Public domain], undefined

Por ser a mais importante via da cidade, pela Avenida Afonso Pena você consegue chegar aos principais pontos de Campo Grande. No trecho da Afonso Pena você encontra Igrejas, shoppings comerciais, praças e monumentos.

Há também o Parque das Nações Indígenas, um local muito interessante para se conhecer, pois ele é um dos maiores parques do mundo em área verde e por lá é possível passar tardes relaxantes realizando esportes ou visitando os museus do local.

como-dirigir-no-transito-de-campo-grande
Pôr do Sol no Parque das Nações Indígenas – Por Rennan.paim (Trabalho próprio pelo carregador) [CC BY-SA 3.0], undefined

Seguindo para o centro, as ruas acabam sendo menores em função de uma das faixas ser reservada para estacionamento; dessa forma, elas perdem o espaço para o trafego. Preste atenção nas ruas que oferecem faixas para ônibus: trafegar nesta via é sinônimo de multa.

O lado paranormal de Campo Grande

Toda cidade tem a sua lenda urbana e em Campo Grande a lenda faz parte de um dos pontos mais belos da cidade, que com certeza entra na nossa rota turística. Por estar no Pantanal, você repara como a fauna e a flora são exóticas com relação a outras capitais. Saindo um pouco da área urbana e chegando às zonas periféricas, esta paisagem fica ainda mais evidente.

Para irmos até o lado sobrenatural de Campo Grande, primeiro faça a conversão pela Avenida Afonso Pena e pegue a Avenida Calógeras – há um relógio central muito interessante no caminho; depois de passar pela rotatória, siga até a Avenida das Bandeiras para, finalmente, entrar na via de acesso à Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, a Avenida Noroeste.

como-dirigir-no-transito-de-campo-grande
Trilha no Campus da UFMS – Por Fronteira (Trabalho próprio pelo carregador) [CC BY-SA 4.0], undefined

Outra amostra da diversificada vegetação é vista na janela do seu carro; vale a pena sair do veículo e passear pelo campus. Após estacionar, vá até a ponte com destino ao Lago do Amor. Lá é onde começa a nossa história paranormal. À primeira vista, o que você verá serão apenas as capivaras (que dizem ser radioativas) e os jacarés, moradores tímidos, que nem sempre dão as caras.

A lenda local conta que muitas pessoas desapareceram depois de mergulhar no lago e acredita-se que há um buraco magnético, que suga quem passa próximo a ele. Não queira colocar a teoria em prática, pois a água do lago é bem barrenta, e curta apenas o panorama de um dos pontos turísticos mais interessantes de Campo Grande.

Fique sabendo!

Quem está acostumado com a correria e estresse do trânsito de grandes centros vai se maravilhar com a calmaria de Campo Grande. O motorista pode até enfrentar algumas situações típicas como falta de seta e conversões erradas, mas a fluidez é tão boa que dá para realmente relaxar enquanto se dirige.

O maior índice de acidentes se dá nas vias rápidas e envolve geralmente motociclistas e ciclistas, por isso fique atento e não faça mudanças bruscas de faixa. O trânsito de Campo Grande é ótimo, mas a taxa de mortalidade é alta em função de erros bobos, que resultam em atropelamentos e batidas.

Dobre a sua atenção na Avenida Eduardo Elias Zahran. O fluxo de caminhões, pedestres e motociclistas deixam o trânsito mais tenso, mas basta tomar cuidado que você não terá com o que se preocupar.

Entre o comportamento do motorista local, você pode esperar atitudes como estacionar em lugar proibido, parar em faixa dupla, atravessar o sinal fechado e andar em alta velocidade em vias de limite reduzido.

Você pode alugar um carro em Campo Grande diretamente no aeroporto ou no centro da cidade. Cinco operadoras de aluguel atuam neste endereço e algumas na Avenida Afonso Pena.

Campo Grande é uma cidade que nem sempre ganha a projeção merecida. Apelidada de capital morena, o lugar é esplendoroso na sua relação com o meio ambiente. Quem ainda não conhece, deveria incluir Campo Grande em seu destino de locais para se conhecer.

Se você já esteve na cidade e tem mais dicas para nos dar ou quer mais alguma informação, escreva na nossa caixa de comentários!

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista VIP para receber ofertas exclusivas.
Até 30% de desconto e muitas outras vantagens!



Atenção! Todos os esforços foram feitos para validar as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, assim como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

Deixe um comentário

onze + 14 =