Está pensando em alugar um carro? Veja uma estimativa de quanto você vai gastar de acordo com a categoria e locadora escolhida, além de outros itens que também influenciam no preço.

Se você precisa de um carro para viajar a lazer, fazer um bate e volta no fim de semana ou mesmo para o trabalho, mas nunca pensou em alugar um antes, este artigo é para você!

Hoje vamos falar sobre todos os itens que direta ou indiretamente influenciam preço do aluguel de carros para que você saiba quanto vai gastar no total.

Quanto custa alugar um carro?

O preço total de sua diária vai variar de acordo uma série de itens, como:

  • Quando você planeja alugar um carro
  • Qual a categoria de carro escolhida
  • Local de retirada e devolução do carro

Além disso, é importante levar em consideração alguns outros itens que nem sempre ficam explícitos no preço, mas que devem ser avaliados:

  • Proteções (ou seguros) que podem estar incluídos ou não
  • Quilometragem livre ou limitada
  • Opcionais (como GPS e cadeirinha para criança)
  • Se outras pessoas vão dirigir o carro (condutores adicionais)
  • Caução de garantia (explicaremos mais sobre abaixo!)

Vamos falar sobre cada um dos itens e como eles influenciam o valor total da sua reserva e em todos os custos que você terá alugando um carro.

1. Quando você planeja alugar um carro

As locadoras de veículos cobram por diária, assim como um hotel. E, também como outros serviços parecidos, elas têm tarifas flutuantes — o que significa que o preço varia de acordo com a disponibilidade de carros para a data e local que você está pesquisando.

Por isso, um dos fatores que mais influenciam no valor é exatamente o intervalo de datas em que você está planejando alugar um carro.

Períodos de alta temporada (como férias de verão), feriados e dias próximos a eles com certeza terão preços mais elevados exatamente por isso. 

Dica: se possível, para conseguir valores mais interessantes, tente evitar essas datas ou reservar com o máximo de antecedência. Assim, você garante os melhores preços e também a disponibilidade da categoria de carro que deseja.

Além disso, também existem as modalidades de aluguel um pouco mais longas. O aluguel de carros mensal, por exemplo geralmente tem preços por dia mais atrativos. O mesmo acontece quando você fica com o carro por uma semana inteira. Apesar de não ser garantido, o preço por diária costuma diminuir quanto maior for o período de aluguel.

2. Qual a categoria de carro alugado escolhida

A categoria com certeza é um dos pontos que mais influencia o quanto você vai pagar pelo aluguel de um carro.

Quanto melhor a categoria ou mais completo o carro, mais cara a reserva fica.

A quantidade de lugares (até cinco passageiros ou mais), assim como outras características do carro também influenciam. Se quiser mais conforto e um carro com transmissão automática, por exemplo, a diária ficará um pouco mais cara.

Abaixo, fizemos o comparativo de diferentes categorias de uma mesma locadora, todas para retirada do carro alugado em São Paulo. Dessa forma, é possível ter uma ideia do quanto cada categoria custa por diária e como isso influencia no preço:

Categoria de carro alugadoValor aproximado
Categoria Econômico (Fiat Mobi ou similar)R$104 por dia
Categoria Compacto (Hyundai HB20 ou similar)R$119 por dia
Categoria Intermediário (Nissan Versa ou similar)R$114 por dia
Categoria Standard (VW Voyage ou similar)R$131 por dia
Categoria SUV (Jeep Renegade ou similar)R$145 por dia
Categoria Minivan (Fiat Doblò ou similar)R$181 por dia
Categoria Premium (Toyota Corolla ou similar)R$242 por dia

Perceba que sempre ao lado do modelo há “ou similar”. Todas as locadoras e sites de comparação (inclusive a Rentcars.com!) vão sempre fazer reservas da categoria, não do modelo!

Essa é uma dúvida comum entre as pessoas que vão alugar pela primeira vez, mas vale lembrar: sempre que você aluga um carro, você está fazendo uma reserva da categoria, não do modelo. Uma locadora pode ter vários modelos dentro da mesma categoria e vai escolher o carro que de fato será retirado por você de acordo com a disponibilidade da frota.

3. Local de retirada e devolução do carro

Além dos itens que já comentamos, uma das coisas que mais vai pesar no custo do aluguel do carro é o local em que você planeja retirá-lo.

É claro que isso tem muito a ver com o que falamos antes sobre a disponibilidade. Cidades maiores tendem a ter mais procura, mas também têm frotas maiores. Tudo isso vai influenciar o preço da diária do aluguel.

Ainda, para deixar esse tema bem claro, precisamos esclarecer uma outra modalidade de aluguel: quando você retira o carro em um local e o devolve em outro, comumente chamado de one-way.

Nesse caso, além do preço das diárias e de outros itens, também pode haver o que chamamos de “taxa de retorno” — cobrada pela locadora para que ela transporte o veículo até a sua cidade original.

Se esse é o seu caso, recomendamos que leia o nosso post completo sobre as regras para pegar o carro em um local e devolver em outro.

4. Proteções (ou seguros)

As proteções de aluguel de carro (ou seguros) também influenciam o valor que você vê em sites de locadoras e de comparação.

No Brasil, a proteção do veículo (CDW — Collision Damage Waiver) é obrigatória, mas nem sempre estará explícita no valor que você vê por aí. Para não se surpreender com taxas extras na hora de pagar, tenha certeza de que você está comparando “laranja com laranja”.

Na Rentcars.com, todos os preços que você vê para aluguel no Brasil já incluem o valor da proteção obrigatória.

Como fora do Brasil cada país têm suas regras, recomendamos que você preste uma atenção especial a este item. Para viagens internacionais, sempre aconselhamos que nossos clientes contratem não somente a proteção do veículo, mas também à terceiros e outras para que o trajeto possa ser feito com muita tranquilidade e a certeza de estar coberto em caso de problemas.

Se você quiser saber mais sobre as proteções disponíveis na hora de alugar um carro, é só conferir o nosso artigo sobre o assunto.

5. Quilometragem livre ou limitada

Outro item que merece a sua atenção! A quilometragem também é uma dúvida comum para quem vai reservar um carro alugado pela primeira vez, mas é muito simples de entender:

  • Quilometragem livre: você roda o quanto quiser com o carro alugado sem se preocupar com cobranças extras.
  • Quilometragem limitada: há um limite de quilômetros que você pode rodar por dia e o que exceder o limite será cobrado a parte.

Dependendo da sua intenção, uma ou outra valerá mais a pena. Se você vai dirigir apenas na cidade, o limite imposto geralmente será suficiente. Para não precisar se preocupar com isso, recomendamos sempre a quilometragem ilimitada.

Aliás, a grande maioria das opções disponíveis na Rentcars.com é exatamente dessa opção 😉

6. Opcionais

Além do valor do carro e das proteções, os opcionais também têm grande influência no custo do aluguel de um carro.

Entre eles, o GPS e as cadeirinhas para as crianças são os mais populares. A média de preços está abaixo:

Opcional disponívelValor aproximado
Navegador GPSR$20 por diária
Bebê conforto ou cadeirinha para criançaR$20 por diária
Kit Connect (acessórios para celular)R$5 por diária
Wi-FiR$20 por diária

Além dos itens acima, algumas locadoras também disponibilizam a opção “Locatário Jovem”. A idade mínima para alugar um carro no Brasil é de 21 anos com dois de carteira (um ano de provisória e um de definitiva). Se você não preenche esses requisitos, algumas locadoras ainda permitem o aluguel com uma taxa extra, chamada justamente de “Locatário Jovem”.

7. Condutores adicionais

Em um contrato de locação de carro, apenas aquele que consta como locatário (o nome que está na reserva e a pessoa responsável pela retirada do carro) pode dirigir. No entanto, se você quer ou precisa que outras pessoas também dirijam, elas também podem ser adicionadas como condutores.

Cada condutor adicional é cobrado por diária, assim como acontece com os opcionais. A boa notícia é que promoções de condutores adicionais gratuitos são comuns!

Aviso importante: adicionar outros motoristas como condutores é crucial para a validade das proteções contratadas. Caso outra pessoa que não conste no contrato de locação esteja dirigindo o veículo em um eventual acidente, o locatário será responsabilizado e a proteção perde sua validade. Por isso, nunca dirija um carro alugado caso o seu nome não esteja no contrato!

8. Caução de garantia

Definitivamente a dúvida mais comum das pessoas que querem alugar um carro é sobre o que é e quanto custa a caução.

A caução de garantia, também chamada de pré-autorização, funciona como qualquer outra garantia: é uma quantia estabelecida pela locadora e que fica retida até a devolução do carro nas mesmas condições de retirada.

A ideia é simples: o valor é uma garantia para locadora caso aconteça algo com o carro (que não é nada barato!). Se tudo ocorrer bem durante a locação, o valor é liberado após a devolução do veículo.

O valor do bloqueio caução precisa ser levado em consideração antes de alugar um carro, já que essa é uma quantia que fica retida no cartão de crédito do locatário — ou seja: quem está alugando precisa ter limite disponível para o bloqueio além de outras compras rotineiras.

O valor a ser retido no cartão como caução varia de acordo com a locadora, a categoria de carro, a quantidade de diárias e o local em que você está alugando. É claro que quanto mais caro o carro, mais alto será o valor da caução.

Veja alguns valores abaixo por categoria. Lembramos que essa é apenas uma estimativa e o valor final pode variar:

Categoria de carro alugadoValor aproximado da caução
Categoria Econômico (Fiat Mobi ou similar)a partir de R$700 (condição especial temporária: a partir de R$200)
Categoria Compacto (Hyundai HB20 ou similar)a partir de R$700 (condição especial temporária: a partir de R$200)
Categoria Intermediário (Nissan Versa ou similar)a partir de R$800 (condição especial temporária: a partir de R$200)
Categoria Standard (VW Voyage ou similar)a partir de R$1.000 (condição especial temporária: a partir de R$200)
Categoria SUV (Jeep Renegade ou similar)a partir de R$1.200
Categoria Minivan (Fiat Doblò ou similar)a partir de R$1.200
Categoria Premium (Toyota Corolla ou similar)a partir de R$1.800
Categoria Luxo (Mercedes Benz C180 ou similar)a partir de R$1.800

Para saber outros detalhes sobre o bloqueio caução, leia com atenção o nosso post sobre o assunto.

Isso é tudo! Esperamos que as explicações tenham esclarecido as duas dúvidas sobre quanto custa alugar um carro. Caso ainda tenha alguma outra pergunta, não deixe de comentar abaixo. Teremos o maior prazer em responder 🙂

Se você está pronto para alugar um carro, aqui fica nossa última dica: a Rentcars.com compara os preços de mais de 100 locadoras no Brasil e no mundo para que você encontre sempre a melhor oferta. Clique aqui para reservar um carro alugado ou pesquise abaixo.

Nos vemos na estrada!

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista VIP para receber ofertas exclusivas de até 30% e roteiros para os destinos mais incríveis do mundo.



Atenção! Todos os esforços foram feitos para validar as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, assim como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

1 Comentário

  1. É muita informação, mas sem dúvidas alugar um carro é mais barato do que ficar andando de taxi.

Deixe um comentário